quinta-feira, 11 de dezembro de 2014

Texturas

Nikon, 20mm e tripé.
Estas texturas de um desfiladeiro na serra de Montemuro, foram para mim uma agradável surpresa. Passei aqui várias horas a apreciar a cor, os relevos e toda a sua envolvência deste magnífico local. Vou novamente regressar e tentar outras novas abordagens. 

terça-feira, 9 de dezembro de 2014

quinta-feira, 13 de novembro de 2014

Rio de Frades

Digital, 105mm e tripé
Depois de um longo percurso, num dos vales mais encaixados da serra Arada, observei texturas nas rochas de grande beleza na região de rio de Frades. A luz era a ideal, e, era mais um motivo para não deixar escapar uma oportunidade de realizar imagens das muitas rochas na zona, com texturas e cores verdadeiramente fora do vulgar. 

quinta-feira, 16 de outubro de 2014

Congresso AEFONA - Associação Espanhola de Fotógrafos de Natureza

Digital, 600mm
Estarei presente como convidado internacional no XXII CONGRESSO DE AEFONA 2014,( Espanha) onde irei apresentar " Momentos Íntimos nas Montanhas Lusitanas. O Lobo e o Melro-d'água" Irei mostrar os métodos e os resultados com duas espécies características do norte de Portugal. Na imagem, em pleno Parque Natural de Montesinho, um Veado num final do dia.
Mais informação sobre o congresso Aqui: 

terça-feira, 30 de setembro de 2014

Veado

Digital, 600mm e tripé.
Durante alguns dias estive no Parque Natural de Montesinho, para tentar fotografar a brama dos Veados. O meu objectivo era captar imagens deste animal em ambiente onde existe Lobos. Foram alguns dias de campo com alguns resultados satisfatórios. Além de fazer planos próximos de alguns bichos, queria retratar o animal no seu ambiente e tentar jogar com a luz. Obrigado Pedro Rego pela companhia. 

segunda-feira, 25 de agosto de 2014

Lobo-ibérico

D800, objectiva 600mm, tripé e redes.
Durante vários dias, estive no Alto Minho para captar novas imagens de Lobos em plena natureza. Fotografar o maior predador terrestre da nossa fauna, tem sido uma grande emoção. Desta vez, estive a uns escassos metros de dois adultos, que se deixaram fotografar durante alguns minutos. Obtive alguns resultados que acho bem satisfatórios, mas não posso esquecer as ajudas no terreno, dos investigadores do CIBIO e do Francisco Calado. Em breve estarei novamente por terras do Alto Minho e também a sul do Douro, para continuar este trabalho fotográfico.

segunda-feira, 4 de agosto de 2014

Panaxia quadripunctaria

Digital, 24mm Sigma
No vale do rio Bestança, em plena serra de Montemuro, enquanto percorria o rio, apareceu esta magnífica borboleta. Utilizei uma grande angular para mostrar o ambiente.  

sábado, 5 de julho de 2014

Rio Vidoeiro

Digital, 20mm, Iso 200
Continuo a ficar maravilhado com alguns locais que vou visitando. Neste caso, no âmbito do projecto Rota da água e da pedra,  na serra de Montemuro, um desfiladeiro com texturas geológicas impressionantes. Este será um dos locais a visitar noutra estação  do ano.

segunda-feira, 16 de junho de 2014

Lagartixa-de-bocage

D 800, 105mm
De regresso ao Parque Nacional da Peneda-Gerês, tinha alguns objectivos que falharam por diversos motivos. Nos primeiros dias, a temperatura impossibilitava de realizar o que pretendia com algumas técnicas nocturnas, para tentar capturar imagens de mamíferos. Durante o dia, aproveitei para fotografar alguns répteis, como é o caso desta bonita lagartixa-de-bocage. 

segunda-feira, 26 de maio de 2014

Falcão-peregrino

Nikon D800, 80-200mm, Iso 800
Quando explorava o vale do rio Teixeira, em plena serra Arada, observei pela primeira vez esta ave neste rio. Tinha dados de outros casais noutros locais, mas neste local ainda não estava registado. Depois de ver durante alguns minutos o casal de peregrinos, analisar alguns vestígios, consegui localizar o ninho, com três crias, já quase voadoras. É mais uma espécie importante para este magnífico vale do rio Teixeira, que a cada curva do seu percurso, aumenta a sua biodiversidade.

quinta-feira, 22 de maio de 2014

Rio Teixeira

D800,20mm,tripé e cabo disparador.
Mais um dia de campo com o Biólogo Paulo Pereira, desta vez no rio Teixeira. Desconhecia este troço de rio e, fiquei impressionado com a imensa beleza deste lugar. Inúmeras cascatas, poços impressionantes com águas cristalinas de cortar a respiração. Um mosaico de cores e paisagens magnificas desta região, onde observei diversos anfíbios,insectos, plantas e aves características deste ecossistema. Nos próximos dias, continuarei a explorar este maravilhoso rio.

quinta-feira, 15 de maio de 2014

Loendro

Nikon D800,105mm
Numa das encostas da serra do Caramulo, no concelho de Vouzela, situa-se a Reserva Botânica de Loendros de Cambarinho. Nesta época, a reserva ganha cor, e um contraste único, que vale bem a pena visitar este local. Esta espécie encontra o seu maior núcleo populacional nas encostas e rios da serra do Caramulo.  

segunda-feira, 14 de abril de 2014

Trabalho de campo

D300,10mm Sigma e tripé.
Durante duas semanas, dediquei uma parte do meu tempo a uma espécie emblemática de rios de montanha, o Melro-d'água. Consegui planos diferentes do que já tinha em arquivo e observei momentos inesquecíveis. Hoje as crias abandonaram o ninho, andam nas imediações deste. Para conseguirmos algumas imagens precisamos de estar bem disfarçados, nesta imagem utilizei um fato e  redes, mas também um abrigo que acaba por ser bem mais eficaz e temos outra liberdade de movimentos.

domingo, 13 de abril de 2014

Rã-ibérica

Nikon D800,105mm
Num dos percursos que fiz ontem, em pleno rio Couto, no concelho de Vouzela, numa das encostas da serra do Caramulo, tinha como objectivo detectar alguns insectos que fazem parte da alimentação do melro-d'água, neste caso as Efémeras. Acabei por ter sorte, pois presenciei vários comportamentos destas ninfas, como também são conhecidas. No local, existem diversos anfíbios, como o exemplo da imagem, uma rã-ibérica. Nesta fotografia fiz uma exposição múltipla, fotografando em primeiro plano uma queda de água e depois o animal.

domingo, 6 de abril de 2014

Rio Zela

Nikon D800, 20mm, cabo disparador, tripé, lanterna e flash.
Nos últimos dias, o meu trabalho fotográfico tem-se limitado aos rios de montanha, onde sigo algumas espécies típicas deste ecossistema. Com a chuva, que nos últimos tempos tem caído, os caudais dos rios de montanha alteram completamente, tornando estes cursos de água, com inúmeras cascatas, correntes rápidas, o que me fascinam bastante. Temos sempre locais de eleição, os quais podemos estudar e escolher a melhor forma de tirar partido de cada um.

sábado, 29 de março de 2014

Melro-d'água

Nikon D800, 120-300mm Sigma+ 1x4 Sigma, tripé e abrigo.
Depois de acompanhar durante vários dias alguns locais de nidificação desta ave, dediquei dois dias à parte fotográfica. Para já, os resultados são reduzidos, mas o que pretendia, era analisar as possibilidades que me podia oferecer esta objectiva da Sigma, 120-300mm f/2.8, APO EX DG OS HSM. Por norma, trabalho sempre com uma fixa de 500mm, igualmente da Sigma, mas ter a possibilidade de ter várias perspectivas é uma grande vantagem. A rapidez e precisão do AF é impressionante, sendo o estabilizador óptico desta objectiva, uma mais valia neste tipo de fotografia. A qualidade óptica é fabulosa, mesmo utilizando o teleconversor. Nos próximos dias, serão horas de abrigo e tentar outros planos.


  

quarta-feira, 26 de março de 2014

Parque Natural do Alvão

D800, 50mm e tripé.
Com indicações dadas pelo Biólogo Paulo Pereira, sobre uma espécie botânica, dirigi-me ao Parque Natural do Alvão, com a intenção de fotografar a planta. O tempo, que estava razoável, alterou completamente, com muito frio, chuva, neblina e neve nos pontos mais altos, precisamente, onde eu tinha que pesquisar o que pretendia. Acabei por desistir e partir para outros locais, onde poderia fazer algumas imagens desta magnifica serra. Acabei por ir ao Rio Olo, um local de eleição desta área protegida.

quinta-feira, 13 de março de 2014

Rio Paivô, Serra Arada

D800, 105mm
Nesta viagem aérea, tinha como objectivo fotografar algumas zonas especificas de duas regiões, Serra do Caramulo e Arada. Sempre que realizo um voo, para imagens aéreas, é necessário fazer um plano do que se pretende retratar. Conhecer a região pode ser uma mais valia, depois contar com a experiência do piloto que, pode fazer toda a diferença no resultado fotográfico. Esta imagem retrata bem, os magníficos relevos da serra Arada, um local com diversos e importantes valores ecológicos. 

domingo, 9 de março de 2014

Castro Laboreiro- Parque Nacional da Peneda Gerês

D800, 20mm, tripé e cabo disparador.
Esta semana, o meu trabalho, foi dedicado a vários aspectos relacionados com uma espécie emblemática de Portugal, o Lobo. Um menos agradável, que irei descrever em breve, outro a retratar o habitat deste mamífero. Estive na região de Castro Laboreiro, sem duvida um local fabuloso com paisagens magníficas.

domingo, 16 de fevereiro de 2014

Tentilhão-comum

Digital, 120-300mm Sigma, tripe e abrigo. © João Cosme
Nestes últimos tempos, tenho fotografado diversos temas com a nova lente da Sigma, 120-300mm f/2.8 APO DG OS HSM. A excelente qualidade óptica a precisão do AF são alguns dos muitos bons resultados que esta objectiva oferece. Em breve terei um lote de imagens e uma opinião mais detalhada sobre este produto.